Dt 30:15

Ao contrário do que muitos dizem esta passagem não mostra livre arbítrio mas sim o oposto que é a incapacidade do homem de escolher a vida.
Pois esta escolha de vida consistia em cumprir toda a lei durante toda a vida, mas como Paulo mais tarde veio revelar em Gl 3:10 todos ficaram debaixo de maldição, consequencia aqui descrita a quem escolhesse a morte; logo todos "escolheram" a morte.

O objectivo desta passagem é o mesmo constante durante toda a lei, que é mostrar a incapacidade do homem de escolher o bem e consequentemente virar-se para Cristo (se é que tem os olhos abertos).

Por isso mais abaixo (v19) Deus repete o mesmo mas deixando mais evidente do que se trata. De um desafio e ao mesmo tempo de uma sentença e não livre arbitrio.
Para que o justo corra para Cristo e para que o impio seja justamente condenável até pelo seu próprio juízo de livre arbítrio.